Novidades

19/04/2018 09:03

Mais uma vez a reinauguração do Complexo Turístico da Salgadeira foi adiada.

Complexo Turístico da Salgadeira interditado desde 2010 por ser uma das obras planejadas para receber visitantes de todo mundo para os jogos da Copa de Futebol de 2014 sofreu mais um adiamento para sua reinauguração prevista para o aniversário de Cuiabá no dia 8 de abril de 2018.

As chuvas foram desta vez a causa do não cumprimento do cronograma para sua reabertura. O custo total para a obra de R$ 12,6 milhões e não tem data de entrega informada apenas a intenção que seja ainda no mês de abril deste ano.

Atualmente a empreiteira Concremax é a responsável pela construção desde setembro de 2017. Obra a qual antes da Copa tinha um orçamento de R$ 6,3 milhões caso fosse realizada pelo Consórcio Salgadeira formado por Farol Empreendimentos e Participações e Ypenge Projetos Florestais e Ambientais.

Confira abaixo a íntegra da nota divulgada pelo governo


Obras de revitalização da Salgadeira - Foto Rafaella Zanol / Secid-MT

Devido às chuvas constantes que caíram no final de março, a entrega oficial do Complexo Turístico da Salgadeira, situado na rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), em Cuiabá, não será realizada no dia 8 de abril, aniversário de Cuiabá. A abertura do espaço deve ocorrer ainda este mês, com data a ser definida. Os trabalhos no local já ultrapassam 95% de execução, restando apenas retoques de pintura, acabamentos nas trilhas suspensas, forros e outros itens.

As obras de revitalização deixarão a Salgadeira mais organizada e moderna. Agora, o complexo passará a contar com um restaurante amplo, um minimuseu, uma loja de souvenir, um posto policial, um miniauditório, área administrativa, playground, paisagismo e duas guaritas.


Secid - MT

A novidade do projeto está na construção de uma estação de tratamento de esgoto, 24 postes de oito metros de altura, com lâmpadas de LED movidas à energia solar e a implantação de 540 metros de trilhas metálica, por onde os visitantes irão andar durante o passeio para evitar o contato com o solo e consequentemente sua depredação.

O lugar também terá mirantes, rampas e portas que permitem acesso de pessoas com deficiência. Além de estacionamento com 100 vagas para veículos, sendo cinco para ônibus, 84 para carros, uma para deficiente físico, além de 10 reservadas ao administrativo do complexo.

O resgate do espaço, que ficou fechado por sete anos, foi possível após a formalização de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado entre o Governo de Mato Grosso e o Ministério Púbico Estadual com homologação do poder Judiciário, no ano passado.

Fonte: www.cidades.mt.gov.br


Institucional

O Site

Informações sobre os principais atrativos turísticos, comércio local, instituições públicas, vagas de empregos e muito mais!

Resultado de imagem para cadastur 13.028984.10.0001-5

 

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo