Novidades

Mostra da Alegria na Zona Rural de Chapada dos Guimarães 09/12/2017 18:53

Mostra da Alegria na Zona Rural em sua segunda fase. Confira programação gratuita de dezembro.

Toda programação foi produzida para entreter crianças, jovens e adultos, possibilitando interações específicas e reunindo famílias inteiras.

Primeira Mostra da Alegria na Zona Rural de Chapada dos Guimarães -

primeira fase em novembro de 2017.

A primeira fase da Mostra da Alegria na Zona Rural de Chapada dos Guimarães aconteceu nas comunidades de Morro do Bom Jardim João Carro nos dias 04, 09 e 11 de novembro de 2017.


Oficina de Brinquedos Populares

A Alegria chegou na Zona Rural de Chapada dos Guimarães na forma de Circo, Teatro, Música Folclórica, Rock’n’Roll, Cinema e Oficinas de Criação de Brinquedos Populares e Palhaçaria.

Os objetivos estão sendo alcançados ao promover o intercâmbio cultural e proporcionar ao público da zona rural o acesso à diferentes formas de expressão artística, através de oficinas, exibição de filmes e apresentações de espetáculos realizados por artistas locais que residem no município de Chapada dos Guimarães.

 

 

Mostra da Alegria na Zona Rural de Chapada dos Guimarães - segunda fase em dezembro de 2017 . 


Espetáculo “Esperando o Lima”

com o Trio Pirathiny

Levar uma estrutura de entretenimento, cultura e arte para famílias da zona rural de Chapada dos Guimarães é objetivo principal da Primeira Mostra da Alegria na Zona Rural de Chapada dos Guimarães. 

Mostra passa por escolas municipais e estaduais, centros culturais, associações de moradores, praças, campos de futebol, ou seja, locais onde os moradores costumam frequentar, sempre pensando em facilitar o acesso e reunir o maior número de espectadores possível. 

Foi pensada uma programação em que crianças, jovens e adultos participem juntos como nas atividades de dança, música, cinema e circo. Escola se transforma em palco para espetáculos de circo, bonecos e teatro. Oficinas de bordados para a melhor idade e adultos interessados. Toda a realização feita especialmente para cada comunidade. 

Os espetáculos e as oficinas dos grupos Ballet Rachel Galesso, Bordadeiras de Chapada/NEON, Projeto Chapada em Concerto, Cia Alegrís, Cia D’Artes do Brasil, Banda Alzheimer e Trio Pirathiny continuam neste mês a partir deste domingo dia 03 de dezembro na comunidade de Cachoeira do Bom Jardim. A seguir nos dias 05 e 09/12/17 a Mostra chega na comunidade de Água Fria.

PROGRAMAÇÃO  GRATUITA.

 

A Mostra da Alegria no mês de dezembro de 2017

03 de dezembro de 2017 no Centro Comunitário Hermes de Abreu, Cachoeira do Bom Jardim das 14 hs às 20 hs. 

05 de dezembro de 2017 na Escola Estadual do Campo São José, Água Fria das 07 hs às 17 hs.

09 de dezembro de 2017 no Galpão da Associação da Água Fria (Salão Paroquial) das 19 hs às 23 hs.

  

Programação da Primeira Mostra da Alegria na Zona Rural de Chapada dos Guimarães

 


Filme de Amauri Tangará

 

03/12/17 Centro Comunitário Hermes de Abreu/ Cachoeira do Bom Jardim/ Chapada dos Guimarães/ MT.

 

14 hs “Oficina de Bordados” com “Bordadeiras da Chapada/NEOM” 

 

17 hs “Show de Violões Clássicos/ Projeto Chapada em Concerto”

 

19 hs Exibição de Cinema/Filmes: “Pobre é quem não tem jipe” e “Em busca de um tesouro” de Amauri Tangará e Tati Mendes/  “Cia D’Artes do Brasil”.

 

 

 

05/12/17 Escola Estadual do Campo São José / Água Fria / Chapada dos Guimarães, MT. 


“A Benzeção da Terra”

com a Cia Alegrís.

 

08:30 hs Espetáculo “A Benzeção da Terra” com a Cia Alegrís.

 

09:45 hs “Oficina de Brinquedos Populares” com Micheli Sierra e Lótus Reuben / Cia Alegrís.

 

13:30 hs Espetáculo “Esperando o Lima” com o Trio Pirathiny.

 

15 hs “Oficina O Palhaço” com Luciano Bortoluzzi / Trio Pirathiny.

 

 

 

 

 

 


Banda Alzheimer

09/12/17 Galpão da Associação da Água Fria (Salão Paroquial)/ Água Fria / Chapada dos Guimarães, MT.

19 hs Espetáculo "O Sonho de Alice" com o Ballet Rachel Galesso.

20:30 hs Exibição de Cinema/Filmes: “Pobre é quem não tem jipe” e “As super amigas” de Amauri Tangará e Tati Mendes/  “Cia D’Artes do Brasil”.

21:30 hs Show “Clássicos do Rock” com a “Banda Alzheimer” 

 

Breve histórico dos Artistas e Oficinas que compõem a Primeira Mostra da Alegria na Zona Rural de Chapada dos Guimarães

 

“Oficina de Bordados” com “Bordadeiras da Chapada/NEOM”

Data: 03/12/17.

Duração: 120 minutos.

Esse projeto desenvolvido pelo grupo de Bordadeiras da Chapada/NEOM tem como meta ações educativas, não assistencialistas, embasadas na busca de uma sociedade mais justa, capaz de promover a inclusão social onde o grupo passa a ter acesso a outras culturas, outros artistas e a tomar posse da sua história. A proposta vai muito além do bordar, ela tem o objetivo de estimular a construção da cidadania, a reflexão e resgate da memória afetiva, a humanização, o autoconhecimento, dar um novo significado a vida, superação, recuperar valores, autoestima e a esperança. Os frutos desse trabalho são ricos em detalhes, um trabalho coletivo feito com muito amor, carinho e dedicação. Os bordados são voltados para temas regionais: monumentos, fauna e flora Mato-grossense. Esse trabalho envolve moradoras de três bairros carentes da Chapada dos Guimarães: São Sebastião, Sol Nascente e Vista Alegre. O projeto tem cunho socioambiental pautados no desenvolvimento sustentável, visando à melhoria da qualidade de vida, inserção social e a geração de renda através da arte do bordar.

 

“Show de Violões Clássicos/ Projeto Chapada em Concerto”

Data: 03/12/17.

Duração: 40 minutos. 

“PRÊMIO TERRITÓRIOS MT” - projeto promovido pela Secretaria de Cultura e pelo Conselho Estadual de Cultura do Estado de Mato Grosso, tem por objeto a seleção de projetos de “Territórios Culturais”, visando a inclusão e acesso dos artistas e população do Estado de Mato Grosso às políticas públicas culturais implementadas pela SEC/MT. O projeto “Chapada em Concerto” tem como proposta fortalecer o Núcleo Musical que existe em Chapada dos Guimarães, desde 2011. Este projeto tem como base a realização de oficinas de violão e musicalização, ministradas por músicos locais , treinando gratuitamente talentos de Chapada dos Guimarães para a realização de concertos didáticos e apresentações em pontos estratégicos da cidade, visando a democratização do acesso aos bens culturais, atendendo a todas as classes sociais.

Espetáculo “Esperando o Lima” com o Trio Pirathiny.

Data: 05/12/17.

Duração: 40 minutos.

Uma das características marcantes do trabalho do Trio Pirathiny é a itinerância. Viajar pelo Brasil e exterior levando alegria, cultura e diversão é a tônica do grupo. Através da linguagem e encantamento do circo, o palhaço Maestro Joanim, diverte crianças e adultos com números de dança, magia e transformações. De produção ágil e rápida, o espetáculo do Trio Pirathiny pode ser montado nos mais diferentes espaços. Sem necessitar de grandes aparatos técnicos, o ator Luciano Bortoluzzi, idealizador do projeto, viajou 18 anos pelo Brasil, América do Sul e Europa, apresentando espetáculos e ministrando cursos de interpretação, totalizando 350.000 espectadores em mais de 300 cidades visitadas em 14 países. 

“Oficina O Palhaço” com Luciano Bortoluzzi / Trio Pirathiny.

 Data: 05/12/17.

 Duração: 60 minutos.

Através das características físicas e da personalidade dos participantes, a oficina  busca a percepção da lógica mais que especial do palhaço.  Jogos e improvisos auxiliam na busca pela poesia de se permitir ser ridículo.  Toda pessoa é engraçada e a oficina busca desarmar o participante, para que possa entrar em contato com a sua espontaneidade e trabalhar o seu verdadeiro “Ser Palhaço”. Não é necesário nenhum tipo de experiência.  Turmas de 60 pessoas.

 

Luciano Bortoluzzi é formado pela Escola de Arte Dramática da USP, EAD/ECA/USP, 1994/1997 e estudou na Universidade Livre de Música, atual Conservatório EMESP Tom Jobim em SP entre 1990 e 1994. Como ator e produtor, desenvolveu projetos ligados à música, teatro e circo. Entre 1999 e 2017 produziu e atuou em 06 turnês da Companhia de Circo/Teatro “Trio Pirathiny”, por todos os estados brasileiros, 12 países da América do Sul, Alemanha e França. Em 2008 na Europa, atuou e produziu o Trio Pirathiny no Körln Gaukler Fest em Colônia na Alemanha e no evento "Villete en Pistes" no Parc de La Villete em Paris - França. Foi diretor de produção e palhaço do Circo Pirathiny e diretor de produção do Internacional Circo Grock (2012 e 2013). 2009, 2015, 2016 e 2017, convidado pelo Grupo Caixa de Imagens,  atuou, produziu e itinerou com o Trio Pirathiny, por diversos bairros de SP através do Projeto Caixa de Imagens a 1.000, agraciado pelo Programa Lei de Fomento ao Teatro para a cidade de São Paulo. Atuou nas séries: “O negócio” da HBO, segunda temporada, 2014 e “PSI” da HBO, terceira temporada, 2017. Em cinema atuou no longa metragem “Mãe só há uma” de Anna Muylarte, SP 2016; “Desamantes” de Domitri Kozma e Geisla Fernandes em fase de finalização no Canadá; “Linha de Passe” de Walter Salles e Daniela Thomas, SP 2008 e “Nome Próprio” de Murilo Salles, SP 2007. 

 

Espetáculo “A Benzeção da Terra” com a Cia Alegrís. 

Data: 05/12/17.

Duração: 40 minutos.

Duas palhaças (Murissoca e Tucandira), depois de uma longa viagem, onde observam a mudança na paisagem, procuram boas soluções para a preservação da natureza. E quem vem para ajudá-las? Dona Chiquinha, a Benzedeira, e Professor Harnesto, um expert em Agrofloresta. Em meio a brincadeiras de palhaças, cantigas, lendas e bonecos gigantes, embarcam em uma aventura rica e carismática, onde surgem outros personagens como a Siriema e o Minhocão do Pari. Totalmente interativa, a peça traz brincadeiras populares tradicionais brasileiras, por meio dos bonecos de Mamulengo e muita brincadeira! As composições autorais das músicas trazem ritmo brasileiro, com improviso e participação do público, compondo uma trilha sonora diversa com o colorido circense. Traz de forma lúdica conceitos e práticas importantes para para a redução dos gases de efeito estufa, mitigação contra os efeitos das mudanças climáticas, preservação e manutenção de recursos hídricos, trazendo as características dos diferentes biomas valorizando conhecimentos de povos tradicionais que são alinhados às práticas sustentáveis. E a Agrofloresta é apresentada, como caminho para restaurar a flora e fauna de cada bioma, recuperar a biodiversidade.

 

“Oficina de Brinquedos Populares” com Micheli Sierra / Cia Alegrís.

Data: 05/12/17.

Duração 60 minutos

No contexto folclórico, o brinquedo popular é peça fundamental para o desenvolvimento intelectual e coordenação motora da criança. Caracterizado como produto artesanal, os brinquedos agem de forma interativa no mundo de fantasias da criança, aproximando-se da realidade social em que vive, desenvolve experiências internas e externas ao seu mundo, promovendo melhores resultados na aprendizagem. Esta oficina utiliza materiais simples, de fácil manuseio e de baixo custo. Em boa parte recicláveis, visando dar uma outra utilização para materiais descartáveis produzidos pela indústria e que possuem um alto impacto ambiental.

Micheli Sierra, há 13 anos pesquisa e desenvolve atividades voltadas para a ludicidade em diversas áreas (educacional, teatral, comercial). Fundadora e coordenadora geral da empresa Alegrís – Brinquedos e Brincadeiras que tem como alicerce o brincar como forma de empoderamento humano. Tem como inspiração para seu trabalho a Cultura Popular Brasileira e as brincadeiras tradicionais. 

Espetáculo: “O Sonho de Alice” com o Ballet Rachel Galesso”.

Data: 09/12/17.

Duração: 50 minutos.

O que é sonho ? O que é realidade ? Alice adormece  e encontra um mundo mágico onde nada é o que parece ser… coelhos correm contra o tempo, passado e presente acontecem ao mesmo tempo, um louco sábio faz chapéus, cartas de baralho ganham vida, flores dançam, xícaras voam, enfim, nada é impossível. Será que Alice conseguirá achar o caminho de volta ? Será que ela será a mesma depois desta Aventura ?

"O Sonho de Alice" é um espetáculo de dança, com aproximadamente cinquenta minutos de duração.

Rachel Galesso é bailarina, professora de dança, publicitária e especialista em planejamento e gestão  cultural, com mais de 20 anos de atuação na área. Entre as inúmeras produções que realizou, destaque para os espetáculos: "Surpresa na Mata", "Um, dois, três... Uma história outra vez", "O Grande Circo- Arca de Noé,  "Tributo - Dança e Poesia",  "Fábula dos Doces", "Roda Criança", "Mundo de Criança, " O Circo Chegou ", " Choro d'alma", este último agraciado com o Prêmio Klauss Vianna de Dança pela Funarte.  Idealizadora e diretora geral do Projeto -"Girassol - Dança e Cidadania" e atualmente diretora geral e artística do Ballet Rachel Galesso, escola de dança em Chapada dos Guimarães , MT. 

Exibição de Cinema/Filmes de Amauri Tangará e Tati Mendes/  “Cia D’Artes do Brasil”.

Datas: 03 e 09/12/17.

Duração: 30 a 40 minutos, dependendo dos Filmes que serão exibidos.

Amauri Tangará é diretor, ator e dramaturgo, nascido em Paranavaí, no Paraná, possui vasta experiência em teatro, atividade a que se dedica há 40 anos, com a Cia D’Artes do Brasil. Escreveu, dirigiu e encenou diversos espetáculos em Mato Grosso e no exterior, principalmente em Portugal, com o Teatro O Bando. Dentre os espetáculos que encenou estão A Dança dos Tangarás, Belarmino – O Guardador de Ossos, Salário dos Poetas, Cidade dos Outros e Viver É Raso. Em 1997 estreou atrás das câmeras com o média-metragem Pobre é quem não tem jipe (1997). Vive e trabalha na região da Chapada dos Guimarães, em Mato Grosso, onde produziu o longa A oitava cor do arco-íris (2004) e Ao Sul de Setembro (2005). Tangará faz parte da história do teatro mato-grossense. Situado na fronteira entre o cinema e o teatro, seu ofício inclui a formação de uma legião de novos cineastas pelo interior do Estado, com um curso rápido de concepção de filmes, contribuindo para a difusão da sétima arte entre jovens realizadores. Alguns dos filmes feitos por esses alunos  serão exibidos na Primeira Mostra da Alegria na Zona Rural de Chapada dos Guimarães, junto com Pobre é quem não tem jipe . Amauri Tangará já representou o Estado de Mato Grosso em diversos festivais de teatro nacionais e internacionais, com seu espetáculo Cafundó, que completou 25 anos de estrada este ano. 

“Clássicos do Rock” com a “Banda Alzheimer”

Data: 09/12/17.

Duração: 60 minutos.

Componentes: Vitor Galesso - Guitarra, Violão e Vocal / Marcelo Barreto - Baixo e Violão / Emir Ahmed - Bateria / Anne Queiroz - Vocal

 A Banda foi formada em 2011 com músicos que por amizade e amor a música decidiram retornar aos palcos após vários anos ausentes do meio musical. Após mudanças na formação estabeleceram um novo projeto que estreou em 2016. Repertório: Constituído de clássicos do Rock'n Roll que abrangem alguns dos maiores nomes mundiais como Rolling Stones, Beattles, Pink Floyd, Deep Purple, Led Zeppelin, Eric Clapton e também o Rock contemporâneo de U2, Radiohead, Pearl Jam, Joss Stone e outros caracterizados pela qualidade musical sempre tida como elemento chave na escolha do set de músicas.

    

                        Trio Pirathiny Oficina de Palhaçaria Foto Mario Friedlander                                                        Grupo Patucha - Morro do Bom Jardim Foto Francisco Alves                   Exibição de filme Amauri Tangará - Morro do Bom Jardim Foto Luciano Bortoluzzi

 

A realização é do Instituto Cultural América INCA e Trio Pirathiny. 

A proposta e a produção geral é do Trio Pirathiny, aos cuidados de Luciano Bortoluzzi, que possui uma vasta experiência em circulação de espetáculos pelo Brasil e exterior.

Parceria: Assembléia Legislativa. Patrocínio: SEC - Secretaria de Estado de Cultura. Apoio: Prefeitura Municipal de Chapada dos Guimarães e Câmara Municipal de Chapada dos Guimarães.

Agradecimento especial ao Deputado Estadual Valdir Barranco que destinou a emenda parlamentar, possibilitando a realização da Primeira Mostra da Alegria na Zona Rural de Chapada dos Guimarães em parceria com a Vereadora Aline Muniz.

 Links Trio Pirathiny:                                                                       

Trio Pirathiny no Jô Soares, 2006: http://youtu.be/ViJuHNuVd2Y

 Trio Pirathiny no Altas Horas, 2010: http://youtu.be/R01vO_uDQ34

 Trio Pirathiny turnê América do Sul, 2004/2005: http://youtu.be/rrQ9XHq262o

 Trio Pirathiny em Paris, França, 2008: http://youtu.be/lguMPKJor6s

 Trio Pirathiny em Körln, Alemanha, 2008: http://youtu.be/Pafg9hVvceU

Trio Pirathiny turnê Chuí Oiapoque Chuí, Brasil, 2010/2012: http://triopirathiny.blogspot.com.br,

Trio Pirathiny primeira turnê, SP/Fernando de Noronha,1999: https://www.youtube.com/watch?v=UbpSYJUhcLc&t=128s

Teaser Avenida Paulista, SP, 2016: http://youtu.be/0qxAws80sJ0

Vimeo Luciano Bortoluzzi: https://vimeo.com/lucianobortoluzzi

 

 

 


Institucional

O Site

Informações sobre os principais atrativos turísticos, comércio local, instituições públicas, vagas de empregos e muito mais!

Resultado de imagem para cadastur 13.028984.10.0001-5

 

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo