Novidades

Geoparque 18/10/2017 19:34

Audiência Pública sobre criação do geoparque de Chapada dos Guimarães no dia 19 de outubro às 18 horas.

 

Em sua 5ª reunião a Câmara Setorial Temática discutiu em 15 de setembro de 2017 na Assembleia Legislativa de Mato Grosso o modelo de gestão do Geoparque em Chapada dos Guimarães.

A CST foi criada pelo Ato nº 013/17 e visa estudar e discutir a criação do geoparque de Chapada dos Guimarães pelo prazo de 180 dias prorrogáveis por igual período.  A iniciativa de criação da CST do Geoparque de Chapada é do deputado licenciado Wilson Santos. O presidente é Caiubi Emanuel Souza Kuhn e a relatora é Débora Almeida Faria, ambos da Universidade Federal de Mato Grosso.

Em sua apresentação, Kuhn mostrou como é feito o modelo de gestão no Geoparque Araripe no estado do Ceará, há dez anos em funcionamento e é formado por seis municípios. “Lá tem uma equipe composta por profissionais ligados e estagiários ligados aos setores de educação, conservação ambiental e de turismo”. “Aqui nesse local, geoparque, tem uma relevância geológica e tem um potencial turístico. Ter isso estabelecido por lei e de forma clara. Esse modelo seria uma contribuição fantástica que a câmara poderia formatar à execução do geoparque em Mato Grosso e servir de modelo para o Brasil”, disse Caiubi.

Sobre a importância educativa para o geoparque de Chapada, o coordenador regional do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade em Chapada dos Guimarães, Fernando Francisco Xavier, destacou: “Se for pensar que existe uma instituição ampla do geoparque, ela articula as ações voltadas para o foco educacional. Por isso que grande parte das iniciativas surge das universidades. Que seja uma iniciativa de gestão, que seja o pontapé para operacionalização do geoparque de Chapada dos Guimarães”, disse Xavier.

A CST realizará audiência pública em 19 de outubro às 18 horas, na Câmara Municipal de Chapada dos Guimarães, com a finalidade de discutir a criação do geoparque. 

“Há uma necessidade de a CST fazer esse debate com a sociedade local. O intuito é envolver a população no debate de criação do geoparque de Chapada dos Guimarães. Todas essas propostas são mecanismos de desenvolvimento local. O modelo do geoparque é de desenvolvimento da região, por meio do turismo”, disse Kuhn.

Para a audiência pública, a CST deve convidar os prefeitos do Vale do Rio Cuiabá, do Consórcio do Vale do Rio Cuiabá, o vereadores de Chapada dos Guimarães, da Universidade Federal de Mato Grosso, do Instituto Chico Mendes, do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), Núcleo Cuiabá do Serviço Geológico do Brasil (CPRM). Entre outras instituições públicas e privadas.

Geoparque de Chapada conta com o reconhecimento da Unesco e deverá estar apto às linhas de financiamento do Banco Mundial e de créditos de fundo perdidos a serem investidos. “A gestão do geoparque será fundamentada com a definição de um conselho gestor e dos setores responsáveis por viabilizar o funcionamento eficiente da área”, revelou o presidente da CST.

O prazo para a entrega final do relatório à Mesa Diretora sobre o que foi definido durante os seis meses de debates é dia 7 de dezembro, podendo esse prazo ser prorrogado. 

Audiência pública sobre criação do geoparque: 19 de outubro às 18 horas.

Local: Câmara Municipal de Chapada dos Guimarães, com a finalidade de discutir a criação do geoparque. 

https://www.al.mt.gov.br/midia/noticia/201988/visualizar

https://www.24horasnews.com.br/noticia/camara-setorial-discute-modelo-de-gestao-do-geoparque-de-chapada-dos-guimaraes.html


Veja também sobre Geoparque Audiência Pública

Institucional

O Site

Informações sobre os principais atrativos turísticos, comércio local, instituições públicas, vagas de empregos e muito mais!

Resultado de imagem para cadastur 13.028984.10.0001-5

 

versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo